Home / Destaque / Virgínia Campos é eleita presidente da SME; posse será em 1º de dezembro

Virgínia Campos é eleita presidente da SME; posse será em 1º de dezembro

A SME terá nova presidência a partir de 1º de dezembro, quando toma posse no cargo a engenheira Virgínia Campos, cujo nome foi aprovado por aclamação em eleição virtual realizada no último dia 3, terça-feira. Virgínia Campos está à frente de uma chapa que representa o consenso alcançado entre as três que disputavam a eleição para a direção da entidade e se uniram em uma única chapa.

“Ao final, num valioso esforço de excelentes discussões de ideias e programas, alcançou-se um projeto unificado, robusto na combinação de competências, prevalecendo a força da união em prol do bem comum”, afirmou Virgínia Campos, que é engenheira civil, formada em 1980 e tem trajetória profissional no segmento de consultoria em saneamento, meio ambiente e sustentabilidade. Foi vice-presidente da SME na gestão 2014 a 2017 e presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento da entidade.

Virgínia Campos afirma estar otimista quanto ao futuro da SME, ressaltando sua confiança na Diretoria Executiva, “composta de pessoas engajadas, dispostas a implementar o novo projeto com ética e integridade, com transparência e correção, alcançando os resultados projetados”. Virgínia disse contar também com o suporte dos Conselhos Deliberativo e Fiscal, “que reúnem pessoas de grande vivência em tomadas de decisão o que, certamente, assegura valor à instituição”.

Ronaldo Gusmão, o atual presidente, cumprimentou Virgínia Campos por sua eleição. Para ele, a existência, inicialmente, de três chapas na disputa foi um sinal de que a entidade está com vigor, algo que ele interpreta como sinal de que sua gestão foi positiva. “Significa que fizemos uma gestão proveitosa e participativa. Com o consenso, a entidade sai fortalecida ainda mais”.

Para Ronaldo Gusmão, a SME tende a ter um papel cada vez mais relevante na sociedade, tendo em vista o avanço das tecnologias da informação, cenário no qual, ressalta ele, a engenharia terá papel de destaque. “Tecnologia da informação é engenharia pura”, afirma o presidente da SME, para quem é fundamental as organizações da sociedade civil acompanharem esse processo para que se transforme em política pública.

SME/Assessoria de Comunicação

Sobre CPD

Veja Também

Artigo: As perguntas ainda sem resposta no apagão do Amapá

José da Costa A interrupção de três semanas no fornecimento de energia elétrica ao Amapá …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.